Make your own free website on Tripod.com

Album de fotos da Pousada do Arpoador - Peruibe -SP

Conheça Peruíbe
Home
Atrações
Fotos de 12 de Outubro 2006
Feriado 02 de Novembro - 2006
Fotos da cidade de Peruíbe - SP
Conheça Peruíbe
Praias
Juréia
Cachoeiras
Trilhas/Caminhadas
Passeios
Contact Me

Sol, praias e natureza fazem de Peruíbe um extraordinário exemplo de ecoturismo!!!


Localizada no litoral sul do Estado de São Paulo, Peruíbe fica a 137 km da Capital paulista podendo ser atingida pelo complexo rodoviário Anchieta - Imigrantes e rodovias Pedro Taques e Padre Manoel da Nóbrega ou ainda pelas rodovias Régis Bittencourt (BR-116) e Padre Manoel da Nóbrega, trajeto este que tem 172 km partindo de São Paulo. Sua altitude média é de 5,88 metros, a temperatura média é de 25°, possui clima temperado e um dos ares mais ozonizados do mundo (5,6%).

Tem uma população fixa de cerca de 55 mil habitantes que nos picos do verão, como no reveillon, chega a atingir mais de 300 mil pessoas, distribuídos por seus 339 km² de território, sendo 97 km² de área urbana. Ao longo de seus 32 km de praias, distribuem-se diversos balneários de elevado padrão de construção que tem como característica marcante uma arquitetura predominantemente horizontal, com pouco mais de 10 edifícios de porte em toda a sua área urbana.

Fazendo limite com os municípios de Itanhaém, Itariri, Pedro de Toledo, Iguape e o Oceano Atlântico, Peruíbe tem em seu território o morro de Peruíbe, a serra de Itatins e grande número de rios piscosos como o Branco, Guaraú e o Preto, sendo que às margens deste último estão localizadas as jazidas da Lama Negra medicinal e da água polimineral sulfurosa utilizadas no tratamento de doenças reumáticas e dermatológicas.

Com uma vegetação predominantemente do tipo encontrada em toda a Mata Atlântica e que reúne uma enorme variedade de grandes árvores - como o jacarandá, o jequitibá e o ipê - e de plantas que se apóiam em troncos como as orquídeas e as bromélias, Peruíbe tem também áreas de cerrados - mais para o interior e de manguesais, no litoral.
Algumas ilhas completam a paisagem da região, sendo que a mais famosa é a ilha da Queimada Grande, localizada a 35 km do litoral - podendo ser avistada da praia em dias claros, e que abriga a temida cobra hermafrodita jararaca ilhoa, sendo considerada um dos maiores serpentários naturais do mundo. As outras ilhas são a da Queimada Pequena - muito procurada para a pesca submarina, a do Guaraú - excelente para pescarias, a Grande - onde ancoravam as naus que faziam o tráfico de indígenas no século XVI, a Boquete e Guararetama.



HISTÓRIAS E LENDAS


Ruínas do Abarebebê

A história de Peruíbe esteve intimamente ligada à Capitânia de São Vicente e aos nomes de Martin Afonso de Souza, do Padre Leonardo Nunes - o Abarebebê (assim chamado pelos índios porque aparecia em muitos lugares e dava a impressão de estar em toda parte, como se fosse voador) e do Padre José de Anchieta. São esses colonizadores que dão início ao povoado em 1530, construindo depois a Igreja de São João Batista, da qual restam hoje as conhecidas "Ruínas do Abarebebê", localizadas em uma pequena elevação próxima a praia no balneário do Convento Velho.

Peruíbe é traduzido por "Rio do Cação" segundo tupinólogos, existindo também registros de que Anchieta teria denominado a região como "Tapirema do Peru", criando um nome híbrido.

A antiga aldeia desenvolveu-se até 1563 quando um levante dos índios ameaça liquidar toda a obra dos catequistas no litoral paulista, obrigando Anchieta, primeiro a transferir seu reduto para o fim da praia de Tapirema (que se estendia da atual divisa com Itanhaém até as proximidades do Arpoador), para em 1565 deixar para sempre a região. A aldeia aos poucos vai decaindo, voltando a se desenvolver no início do século com uma colônia de pescadores. Na década de 50 com a chegada da ferrovia e o início da abertura das estradas para o litoral sul, aumenta rapidamente sua atividade imobiliária e comercial. Em 18 de fevereiro de 1959 é elevada a categoria de município e em 1974 é reconhecida como estância balneária.

Segundo seguidores do esoterismo, Peruíbe apresenta características comparáveis às de algumas regiões da Índia e do Peru por diversas semelhanças geográficas e também é muito freqüentada por ufólogos em razão de inúmeros casos de relatos de óvnis e seres extra-terrestres relatados por antigos habitantes da região, realizando anualmente um evento que atrai estudiosos de todo o país.


ATRAÇÕES TURÍSTICAS


Prainha e parte da Península

Em virtude de seu excelente clima, Peruíbe foi conhecida por muito tempo como a "Terra da Eterna Juventude". Como não poderia deixar de ser, seus 32 km de litoral são o maior atrativo em razão da existência de belas praias com os menores índices de poluição do litoral paulista.

Dentre elas destacam-se as praias do Centro; do Canto ou Costão situada na margem direita do rio Preto com sua famosa ducha natural; Desertinha ou do Índio localizada entre o Costão e a Prainha, esta também conhecida como Península com acesso pela estrada do Guaraú; da Barata encrustrada entre as pedras do costão do Guaraú; praia do Guaraú no bairro do mesmo nome e local onde o traficante de índios Pero Côrrea instalou-se há quase 500 anos; Guarauzinho localizada na margem direita do rio Guaraú com seus trinta-réis, biguás, mergulhões e gaivotas é o início da Estação Ecológica; Baleia entre as encostas do Guarauzinho e Arpoador e que leva esse nome em razão do mar ter arremessado uma enorme baleia em suas pedras há quase um século conforme contam os mais antigos; Arpoador (não confundir com o bairro do mesmo nome na zona urbana) também está dentro da Estação; Parnapuã que ainda tem algumas famílias de caiçaras residindo no local; Brava que conforme o nome diz é excelente para a prática do surf; Juquiazinho onde num riacho são vistos bandos de garças brancas e vermelhas; Preta com cerca de 50 metros de extensão; Caramborê já próxima ao Una com duas corredeiras e finalmente a praia do Una com uma vila de pescadores caiçaras junto ao rio Una do Prelado ou rio Comprido que marca a divisa de Peruíbe com Iguape.

Mas nem só de praias vive Peruíbe. Diversos passeios podem ser feitos, destacando-se as vistas da cidade do alto da torre de televisão localizada no Bairro dos Prados ou do morro de Peruíbe, a visão do oceano e das praias de alguns trechos da estrada do Guaraú, o rio Guaraú, as cachoeiras do rio do Ouro e Guanhanhã, as corredeiras do Perequê e do Paraíso, esta com seu tobogã e piscinas naturais, ou ainda as Ruínas do Abarebebê, o Mercado de Pesca, o portinho dos pescadores artesanais na foz do rio Preto, as Feiras de Artesanato da Praça Redonda e da Praça Flórida, o boulevard do centro da cidade com seus calçadões, o Portal da Cidade erguido pela Associação Comercial e a reurbanização da orla da praia que vem sendo executada com recursos do Governo do Estado de São Paulo. Empresas de turismo locais tem roteiros que levam à esses locais em ônibus adaptados, vans ou jipes.


Vista panorâmica do morro de Peruíbe

Algumas festas realizadas na cidade atraem grande número de turistas e veranistas como o reveillon na praia com queima de fogos em diversos locais, desfile de blocos e escolas de samba no Carnaval, o bolo de aniversário da cidade com o mesmo número de metros ao de anos comemorados, os jogos do Dia do Trabalho, a Festa de São João, Procissão de Corpus Christi com decoração de ruas, desfile da Independência, diversas etapas de torneios de surf e outras.

Outra grande atração do município é a sua Banda Musical Infanto-Juvenil diversas vezes campeã estadual e nacional, formada por mais de 100 jovens de 8 à 21 anos de idade e que se apresenta em diversos eventos da cidade.

Enter supporting content here